5 Passos para importar da China de forma correta!!!!

A compra de produtos da China, ou a importação de mercadorias da China para o Brasil, pode ser uma estratégia experiente para empresários que procuram uma maneira de vender bens na Brasil com lucro. À medida que a China atende a um mercado internacional tão grande, o custo de fabricação na China ou a compra de produtos da China é muito barato e atraente, possibilitando a obtenção de produtos por atacado a um custo acessível.

Dropshipping

Comprar de atacado na China pode ser um trabalho difícil, mas pode obter excelentes resultados, se você souber jogar com seus cartões. Mas primeiro, existem alguns fatores que você precisa considerar ao desenvolver uma estratégia de abastecimento que funcionará extremamente bem para você. Hoje, vamos levá-lo através dos cinco passos de como comprar diretamente da China.

Passo 1: Sua ideia do produto é viável?

A primeira pergunta crítica a ser feita é: “A sua ideia do produto é viável?” Certifique-se de estar confortável com os regulamentos, padrões, licenças e aprovações que envolvem a importação da China para a Brasil. Se você puder, consulte um advogado especializado em direito comercial internacional, incluindo leis australianas e chinesas. Isso irá ajudá-lo a resolver quaisquer problemas potenciais antes de começar.

Em segundo lugar, como o seu produto está sendo desenvolvido? Parceria com um fabricante chinês que não possui as habilidades ou equipamentos adequados para cumprir sua visão para o produto só criará frustração. Certifique-se de entender todos os prós e contras de como desenvolver seu produto com sucesso antes de mergulhar.

Em segundo lugar, o seu fornecedor tem uma quantidade de pedido mínima? Os fornecedores chineses geralmente lidam com quantidades de 10.000 ou mais para atender às necessidades de seu mercado interno. Se você é uma pequena empresa ou iniciante que pretende encomendar apenas 500 ordens ou apenas trabalhar com Dropshipping com quantidades minímas, talvez seja necessário procurar outro fornecedor em outro lugar.

Passo 2: Seu fornecedor está pronto para a tarefa?

Na China, especialmente, há muitas opções quando se trata de escolher um fornecedor. Você deve ter grande cuidado quando se trata de escolher seu fornecedor e fazer pesquisas primárias e secundárias completas. Primeiro, use diretórios de fornecedores on-line. Em segundo lugar, siga isso visitando feiras na China para atender potenciais fornecedores face a face, veja suas tarefas pessoais pessoalmente e, em última análise, assegure-se de obter o melhor negócio.

Passo 3: Você testou sua ideia de produto com um protótipo?

Outro fator importante a considerar é como comunicar sua ideia de produto com precisão ao seu fornecedor selecionado. Se você desenvolveu um protótipo pronto para o mercado em seu país de origem – o que, em seguida, pode ser remodelado pelo fornecedor – compartilhe-o com seu fornecedor (veja a Etapa 4 primeiro). Fornecer um protótipo para trabalhar, tornará muito mais fácil para o seu fornecedor criar seu produto a partir do zero, eliminando qualquer chance de falta de comunicação e protegendo você contra um produto de má qualidade.

Passo 4: Você já considerou a propriedade intelectual?

Como você não terá quase nenhum recurso legal na China, cabe a você impor sua patente ou marca comercial e garantir que sua propriedade intelectual não esteja sendo usada sem o seu consentimento. Prevenir e mitigar o risco sobre a construção de um plano forte e estanque, então, antes de se dirigir para o exterior, consulte um advogado de confiança com experiência nesta área para discutir como proteger melhor suas ideias.

Passo 5: Você investigou a melhor maneira de fazer o lançamento de seus produtos no mercado?

Imagine que recebeu uma amostra do seu primeiro produto do seu fornecedor – parabéns! Antes de importar mercadorias em massa para a Brasil, você precisará garantir que você tenha rigorosos controles de qualidade na China. Isso evitará surpresas desagradáveis ​​quando as remessas chegarem pela pista.

O transporte internacional pode ser dispendioso, mesmo no nível grossista, então considere suas opções com cuidado. Uma das opções mais rentáveis ​​para importar mercadorias para a Brasil é através do transporte marítimo.

Para saber mais sobre como enviar de forma econômica da China para o Brasil, como comprar de forma econômica e saber quais são os melhores fornecedores, entre em contato com a Academia do Importador. Oferecemos as melhores dicas para o seu negócio.

Seguro viagem: obrigatório para quem viaja para a Europa!

Os serviços de saúde na Europa de forma geral são reconhecidos internacionalmente como sendo de alto padrão, quando comparado com outros países e hospitais desenvolvidos em outros continentes. Lá as instalações são modernas, confortáveis e limpas e estão estrategicamente localizadas para maior acessibilidade. A saúde nos países da Europa é regulamentada, tanto a nível federal como local, contudo para aqueles que não possuem nenhum plano de saúde fica complicado, principalmente para aqueles que estão apenas de passagem, como os turistas.

Seguro-viagem-europa-barcelona

Por que o Seguro Viagem é necessário para Europa

O custo do tratamento médico para pacientes na Europa é relativamente alto, no entanto, e ao mesmo tempo as necessidades de saúde dos seus cidadãos são cobertos, o tratamento para os visitantes estrangeiros é isolado a emergência, ou seja, você só será atendido, caso não tenha um plano de seguro viagem Europa, na situação de vida ou morte, e tendo que arcar com todos os custos milionários envolvidos .

Onde comprar um bom plano de Seguro Viagem Europa

Os viajantes podem comprar planos de seguro de visitantes  antes mesmo de viajar, observado apenas os requisitos mínimos do Certificado Schengen e alguns cuidados fundamentais, cujo qual, listo abaixo:

  • Cuidados médicos de emergência e hospitalização (pelo menos € 30.000)
  • Cobertura de evacuação médica (pelo menos € 20.000, dependendo de quão longe você viajou)
  • Reembolso de depósitos de viagem
  • Morte acidental e invalidez permanente
  • 24/7 linha de emergência

Apólices do seguro viagem Europa são fundamentais para o correto desembarque na maioria dos países da Europa, sendo assim, nunca esqueça-se de pedi-la no ato da contratação.

Os preços dependem de quanto tempo o visitante irá ficar, por exemplo, um bom plano de seguro viagem para a Europa sairá algo em torno de R$300,00 por dia.

É necessário lembrar que para aqueles mais esquecidos é possível fazer um seguro viagem internacional já estando em território europeu, porém os planos feitos por lá não cobre o tratamento de não-emergência médica, doenças crônicas ou condições pré-existentes. Ou seja, os planos de seguro viagem comprados fora da Europa são muito mais abrangentes e você terá maior controle sobre o quanto você irá pagar caso precise utilizá-lo.

Viagem para a Europa

Quais são os requisitos de seguro para um visto na Europa?

Como os requisitos de seguro de saúde obrigatório será interpretada para os visitantes e turistas que solicitam vistos continua a ser uma área cinzenta. Alguns profissionais de saúde na Europa são configurados para aceitar o seguro de saúde, o que deixa os visitantes a pagar por seu tratamento inicial e pedir o reembolso posteriormente. Além disso, funcionários da maioria dos governos da Europa  indicaram que os vistos de entrada não será processado a menos que a prova do seguro de saúde é apresentado com o pedido.

Não importa como o governo dos países da Europa interpretam as necessidades de seguro para os visitantes, um visitante de um país estrangeiro sempre terá mais sucesso e mais apoio se eles têm um seguro viagem na mão antes de deixar seu país de origem. A Europa, como qualquer outro lugar, tem muitos riscos de viagem e o seguro viagem europa poderá te ajudar a proteger contra esses riscos e dar-lhe paz de espírito.